Arquivado em la Categoría » Artes Manuais «

quarta-feira, julho 24th, 2013 | Author:

Porta-escovas.

Você vai precisar:
Linha mouliné Anchor, DMC ou Círculo nas cores indicadas na chave junto ao gráfico
Copinho para escovas próprio para bordados (a Central Craft comercializa modelos similares ao da foto)
Etamine branca: na circunferência do copinho

Como fazer:
1 Borde o motivo na etamine conforme o gráfico.
2 Remova a parte interna do copo e encaixe o bordado na peça de acrílico.

No caso de barrados que repetem o mesmo motivo ou reúnem riscos diferentes, é considerado o tempo do bordado de apenas um motivo (sempre o maior) e não da barra completa.

Compartilhe no:
  • Orkut
segunda-feira, julho 22nd, 2013 | Author:

Pegador de panela.

Você vai precisar:
Linha mouliné Anchor, DMC ou Maxi Círculo nas cores indicadas na chave junto ao gráfico
Retalho de etamine: 10 x 10 cm
Tecido de algodão xadrez: um retângulo de 20 x 25 cm e outro de 20 x 14 cm
Tecido para forro e manta acrílica: 20 x 25 cm
Viés amarelo: 1,10 m
Manta acrílica fina: 20 x 25 cm
Linha de costura amarela

Como fazer:
1 Borde o motivo na etamine conforme o gráfico.
2 Costure o viés em uma das extremidades menores do retângulo xadrez menor.
3 Aplique o bordado nesse retângulo fazendo pontos de alinhavo com linha mouliné verde.
4 Una o retângulo maior ao forro, intercalando a manta acrílica, com uma costura nas bordas.
5 Faça o matelassê com costuras em diagonal.
6 Alinhave a parte bordada sobre o direito do matelassê e prenda costurando o viés nas bordas.

Compartilhe no:
  • Orkut
quarta-feira, junho 05th, 2013 | Author:

Pano de prato.
Vocé vai precisar:
□ Linha mouliné Anchor, DMC ou Maxi Círculo ñas cores indicadas na chave junto ao gráfico
□ Barrado de etamine com acabamento vermelho medindo 10 cm de largura
□ Pano de prato listrado ou xadrez
□ Linha de costura branca

Como fazer:
1 Borde o motivo no barrado conforme o gráfico.
2 Desmanche as laterais do paño em urna das extremidades e costure o barrado passando urna costura ñas bordas.
3 Costure novamente as laterais do paño.

Compartilhe no:
  • Orkut
segunda-feira, junho 03rd, 2013 | Author:

Colorido instantaneo.

Vermelho, amarelo, azul… As flores emprestam suas formas e cores para vocé dar novo visual aos ambientes num instante.

Com gráficos muito simples, sob medida para quem gosta de motivos que permitem fazer com rapidez trabalhos atraentes, estas flores tém tudo para encher os olhos de beleza e o coracáo de orgulho. Tulipas, papoulas, lirios, rosas, gérberas ou prímulas? Se for difícil escolher urna de-las, borde todas e crie mil quadnnhos, apliques e barrados para enfeitar todo o enxoval da casa. Dessa ma-neira, vocé poderá colocar em todos os cantinfios as marcas do seu talento.

Em alegres barrados, ou em Ingenuos quadrinhos, as tulipas espalham a cor da paixáo.

Vaso.
Vocé vai precisar:
□ Linha mouliné Anchor, DMCou Maxi Círculo ñas cores indicadas na chave junto ao gráfico
□ Barrado de etamine
□ Velero auto-adesivo encontrado em lojas de armarinhos

Como fazer:
1 Borde o motivo no barrado conforme o gráfico.
2 Colé o velero ñas pontas do barrado e aplique-o no vaso.

Compartilhe no:
  • Orkut
quinta-feira, maio 30th, 2013 | Author:

As novas cores do bé-a-bá.

As letras e os números se transformam em atraentes motivos para personalizar o material escolar.

Porta-lápis.
Vocé vai precisar:
□ Linha mouliné Anchor, DMC ou Maxi Círculo ñas cores indicadas na chave junto aos gráficos
□ Porta-lápis semelhante ao da foto
□ Etamine azul-marinho
□ Cola branca ou linha de costura

Lápis, globo terrestre, abaco, quadro negro… tire partido dos objetos escolares e crie números e um alegre alfabeto. Depois, borde em retalhos de etamine azul-marinho e aplique em esto-jos, capas de cadernos, pastas ou monte alegres quadri-nhos para ajudar na alfabe-tizacáo dos pequeños. É táo fácil e gostoso de fazer que, com certeza, até as criancas váo aproveitar a deixa e se divertir bordando mensa-gens e datas de aniversario ao mesmo tempo em que de-senvolvem a atencáo e trei-nam a coordenacáo motora.

Como fazer:
1 Borde o motivo na etamine conforme o gráfico.
2 Desfie as bordas do tecido.
3 Colé ou costure o bordado no estojo.

Compartilhe no:
  • Orkut
quarta-feira, maio 15th, 2013 | Author:

Pontos para o capricho.

Com um retalho de tecido xadrez de 48 x 23 cm e faixas de etamine bordadas confeccionei um porta-trecos ideal para manter as escovas de dentes, lápis de maquiagem, batons e ou-tros acessórios sempre bem arrumados. Para todos os objetos ficarem protegidos forrei a pega com manta acrílica e, nos arremates, usei viés azul-marinho.”

Compartilhe no:
  • Orkut
Publicado em: Artes Manuais  | Tags:  | Deixe um comentário
sábado, janeiro 19th, 2013 | Author:

BAINHA AJURADA.

1 Trabalhe sempre pelo avesso do tecido. Marque a lápis a largura da faixa a ser ajuradaí (de um a oito fios, dependendo do tipo de ajurado pedido). Com uma tesoura’ de ponta fina, corte os fios horizontais a partir do centro dessa faixa. Desfie-os na direção das extremidades do tecido e corteos, deixando cada fio com uma sobra de 3 cm de comprimento. Repita esse procedimento no sentido vertical do tecido (no caso do ajur contornar todo o tecido).

2 Corte agora o restante dos fios paralelos aos primeiros, tanto no sentido horizontal como vertical da trama do tecido, repetindo a explicação anterior – note o efeito vazado formando uma canto-neira na faixa ajurada. Prenda as pontas de 3 cm sob a trama do tecido para que não desfiem – use uma agulha para facilitar o trabalho.

3 Usando linha de bordado na cor do tecido, comece a fazer o ajur na borda inferior da faixa: passe a agulha pelo tecido a dois fios da borda desfiada e dê um pequeno nó. Passe a agulha, da direita para a esquerda, sob os dois primeiros fios verticais. Volte com a agulha para a frente do trabalho (sempre no avesso da peça). Passe a agulha pela frente dos dois fios verticais, e intro-duza-a sob um ou dois fios paralelos à borda desfiada, completando a laçada – não puxe muito a linha, pois esta pode deformar a trama da toalha.

4 Repita o movimento anterior até prender todos os fios dessa faixa. Finalize com um nozinho ou passe a agulha por alguns fios da trama do tecido e só então corte a linha. Atenção canhotas: para facilitar a execução desse tipo de bordado, gire a peça e faça o ajur da esquerda para a direita, como se você estivesse trabalhando na borda superior da faixa.

Compartilhe no:
  • Orkut
Publicado em: Artes Manuais  | Tags: ,  | Deixe um comentário
segunda-feira, outubro 29th, 2012 | Author:

TOQUE DE QUEM FAZ.

1) Quando for comprar o par de chinelo que será usado no trabalho, prefira o que tiver as tiras mais flexíveis. Com isso, você terá mais facilidade de passar a agulha na tira.
2) A escolha de um chinelo de qualidade é muito importante, principalmente se você pretende vender os trabalhos.
3) Tenha sempre agulhas extras durante a execução do trabalho. Muitas vezes a agulha pode entortar devido a espessura das tiras.
4) Sempre que você for passar a agulha na tira para esticar a fileira de miçangas, segure firme as miçangas e os adereços para que fiquem bem fixados.
5) Às vezes o tamanho do nylon não é suficiente para terminar uma tira inteira. Nesse caso, não se preocupe. Basta você fazer um arremate como se tivesse no final da tira e comece novamente do ponto que parou.
6) Não borde as tiras até o final. Deixe um espaço de um dedo para que elas fiquem mais soltas e, principalmente confortáveis nos pés.
7) O tipo de miçanga usado no começo da fileira deve ser o mesmo da outra extremidade. Seguindo esse processo, não tem como errar!
8) A cor das miçangas que serão a base do trabalho (as que mais se destacam) devem combinar com a cor das tiras do chinelo. Dessa forma o trabalho fica mais harmonioso.
9) A paciência é o segredo para conseguirmos trabalhos tão bonitos.

Compartilhe no:
  • Orkut
sábado, outubro 27th, 2012 | Author:

MODELO FEMININO.

Material
-1 par de chinelo hawaianas ou similar
– agulha n9 06
– linha de nylon n2 030
– alicate de ponta fina
– tesoura
– miçangas médias

O processo inicial é o mesmo usado no chinelo infantil. Meça o tamanho do nylon que será usado, faça o nó e corte na ponta.

1 Em seguida, siga os três primeiros passos do modelo infantil e sempre preste atenção na quantidade de miçangas, que deve ser suficiente para cobrir toda a largura da tira do chinelo.
2 Um detalhe importante é que o buraco das miçangas médias são suficientemente grandes para que se possa introduzir a agulha, ou seja, neste trabalho não há necessidade de tirar a agulha para passar as miçangas no nylon.
3 Agora, mude a forma da tira, intercalando uma miçanga de bolinha com uma de flor, uma de bolinha com uma de flor, até que a última miçanga (no final da largura da tira) seja a mesma que você começou.
4 Repita o mesmo processo fazendo duas fileiras de miçangas de bolinha. Procure fazer uma tira de cada cor para dar mais beleza ao trabalho. Sempre quando atingir a extremidade da tira, a agulha deve estar na parte interna da mesma.
5 O arremate é feito da mesma maneira que no trabalho anterior. Ignore a primeira miçanga e introduza o nylon por dentro das outras miçangas até chegar na ponta da tira. Faça o mesmo procedimento para voltar o nylon.
6 A principal diferença deste trabalho é que, como foram usadas apenas miçangas, não há necessidade de passar o nylon pelo meio da tira para colocar adereços. A costura quase não aparece.
7 É importante que a tira do chinelo não esteja completamente decorada. O ideal é deixar espaço de um dedo sem miçangas para que as tiras continuem macias e não machuquem os pés.

Compartilhe no:
  • Orkut
quinta-feira, outubro 25th, 2012 | Author:

MODELO INFANTIL.

Material:
– 1 par de chinelos hawaianas ou similar
– agulha ne 06
– linha de nylon n° 030
– alicate de ponta fina
– tesoura
– miçangas pequenas nas cores azul e vermelha
– adereços infantis

1 Em primeiro lugar, calcule o tamanho do nylon que será usado para bordar uma tira inteira. Geralmente são 4 vezes o tamanho da tira do chinelo. Faça um nó na ponta do nylon. Feche e corte a ponta quase até o final para que o nó não desmanche.
2 Passe o nylon na agulha e comece a introduzir na tira do chinelo. Comece passando de cima para baixo. Não perfure toda a tira, apenas passe a linha para o lado de baixo, mas bem na ponta da tira.
3 Puxe a linha com o alicate para facilitar o trabalho.
4 Em seguida, volte a linha bem ao lado onde o primeiro furo foi feito. Procure sempre usar o alicate para passar a agulha na tira com mais facilidade.
5 Veja no detalhe como a costura é feita bem na extremidade da tira do chinelo para não marcar no final do trabalho.
6 Como as miçangas usadas nesse trabalho são muito pequenas, retire a agulha do nylon e vá colocando as miçangas direto na linha.
7 A quantidade de miçangas que será colocada é proporcional a largura da tira, que tem de ser coberta por inteira. Acerte as miçangas na linha, sempre levando em conta a harmonia com a outra tira..
8 Agora, passe o nylon na parte de cima da tira (o mais perto possível da extremidade) para prender a primeira fileira de miçangas.
9 Prenda o nylon na tira e passe a agulha de baixo para cima (atenção para não colocar a agulha distante do primeiro furo).
10 Puxe com o alicate, se necessário.
11 Repita a mesma operação até formar mais duas fileiras de miçangas. Faça fileiras de . cores diferentes para o trabalho ficar mais harmonioso.
12 Em seguida, comece a colocar os adereços infantis. Passe a agulha (de baixo para cima) bem no meio da tira ao lado da última fileira de miçangas
13 Coloque os adereços no nylon. Primeiro o chapéu, depois o rostinho e, por último a florzinha.
14 Puxe o nylon para formar o bonequinho, na direção contrária das outras fileiras de miçanga. Introduza a agulha de cima para baixo.
15 Preste atenção para o local onde a agul deverá voltar (do meio para o canto).
16 Agora, repita o processo com as miçangas, sempre prestando atenção na costura que está se formando do lado interno da tira – esta deve ficar na extremidade para que não machuque o peito dos pés.
17 O trabalho está em fase de finalização.
18 Quando a última fileira estiver pronta, a ponta cia agulha deve estar do lado interno da tira. Em seguida, passe a linha para o lado externo, ignore a primeira miçanga e introduza o nylon por dentro das outras miçangas até chegar na ponta da tira.
19 Volte a linha de acordo com o passo anterior.
20 Finalize o trabalho voltando a linha para o meio das miçangas, puxe a ponta com o alicate e corte rente às miçangas.
21 O trabalho está pronto. Veja como ficou o acabamento interno. Quase não dá para perceber a costura.

Compartilhe no:
  • Orkut