terça-feira, setembro 03rd, 2013 | Author:

Em Dias de Calor, Comemore com Sorvete.

Materiais:
• Tesoura
• Linha de costura branca e nas cores dos tecidos
• Tecidos de algodão para a bola de sorvete
• Manta acrílica
• Pluminha
• Fita de cetim com 0,5 cm de largura
• Cola branca
• Cartolina

Casquinha de Sorvete.
• Faça o molde do desenho da casquinha do sorvete na cartolina.
• Desenhe, colocando a pluminha por cima, deixando 0,5 cm a mais em toda a volta.
• Sobreponha o tecido e a cartolina, colando somente a dobra do tecido pelo avesso.
• Depois de seco, enrole a cartolina em forma de cone (casquinha do sorvete), colando as pontas para que fique firme.
• Importante: a medida da casquinha é em um triângulo invertido, 8 cm para as laterais e 11 cm na abertura e local onde a bola de sorvete será fixada.

Bolado Sorvete.
• No tecido de algodão, corte um círculo de 14 cm de diâmetro.
• Alinhave toda a volta.
• Puxe um pouco e veja que se formou uma espécie de trouxinha.
• Preencha a trouxinha com a manta acrílica no centro e puxe a linha, fechando a bola do sorvete bem firme.
• Cole a bola na abertura da casquinha do sorvete e arremate com fita e laço.

Um toque a mais: caso desejar, no momento em que estiver colocando a manta acrílica na bola de sorvete, acrescente um pedaço de sabonete infantil. Isso dá um cheirinho maravilhoso e sua lembrancinha pode se transformar em um saboroso sachê.

Compartilhe no:
  • Orkut
domingo, setembro 01st, 2013 | Author:

Os Dez Mandamentos para o Sucesso de seus Trabalhos.

1 Mostre a beleza do seu trabalho, fazendo cada etapa com calma e tranqüilidade.
2 Caso esteja insegura, faça risco, marcações e siga o modelo. Você irá se surpreender com o resultado.
3 Tecidos muitas vezes são a base dos trabalhos. Use vestidos, blusas e camisas velhas que, em geral, você gosta e tem em casa.
4 Depois que suas peças estiverem prontas, use colônia ou sabonete de bebê em pequena quantidade para dar aquele cheirinho bom.
principalmente com objetos de bebê. Se você não estiver bem, o trabalho fica feio.
7 Para bordar ponto cruz em tecidos, use sempre a étamine que é própria para esse tipo de trabalho.’
8 Cola quente agiliza e produz praticamente o mesmo efeito da costura. Se preferir, use-a sem problemas.
9 Sempre que terminar um trabalho, arremate, seja dando um nó duplo para segurar firmemente o desenho ou dobrando possíveis sobras. Um trabalho limpo e livre de ondulações é o caminho do sucesso.
5 Para bordar miçangas, saiba que é preciso usar sempre linha de náilon N° 40, deixando-as bem firmes.
6 Lembre-se de estar sem preocupações no momento em que for trabalhar.
10 Lembre-se de que está trabalhando para bebês e, por isso tudo, deve ter uma aparência suave e tranqüila, desde as expressões até as cores e arremates. Sinta-se livre e deixe a imaginação fluir.

Compartilhe no:
  • Orkut
sexta-feira, agosto 30th, 2013 | Author:

Balas em Ponto Cruz Traduzem a Doçura do Momento.

Materiais:
• Tecido étamine 10 x 10 bordado ou tecido étamine para bordar no mesmo tamanho
• Linha e agulha de costura Caso decida bordar, riscos com desenhos infantis
• Tesoura
• 1 peça de bordado inglês ou 1 peça de rendinha de bebê
• Algodão para rechear a bala ou amêndoas doces como recheio
• Cola quente
• Pegue a étamine, dobre e costure ou cole as laterais como em um arremate.
• Agora, pegue o paninho e cole ou costure a renda ou bordado inglês somente nas laterais.
• Pegue um chumaço de algodão do tamanho que será sua bala.
• Vá enrolando no formato de uma bala a étamine com o algodão dentro.
• Arremate novamente para ficar bem preso.
• Nos lados, prenda com uma fita colorida, fazendo a dobra do papel de bala.

Um toque a mais: esta lembrança é a base de muitas outras, como saquinhos surpresa, bastando, para isso, fechar em mais um lado e amarrar com fita somente no outro. Fica lindo e muito gracioso. O ponto cruz está presente em muitos acessórios de bebê e, por sua delicadeza, faz parte de qualquer enxoval.

Compartilhe no:
  • Orkut
quarta-feira, agosto 28th, 2013 | Author:

Veja o que Levar na Mala da Mamãe.

Mamãe esperta sabe exatamente o que fazer e levar para a maternidade, para assegurar conforto e tudo que vai precisar para estar linda e receber seu pequenino e as visitas que vão chegar. Para isso, mantenha sua mala, assim como a do bebê, sempre pronta para não ser pega de surpresa. Vamos a ela?

Mala da mamãe:
• 3 camisolas ou pijamas que abram na frente para facilitar a amamentação
• 1 robe
• 1 par de chinelos
• 1 par de sandálias de borracha (para o banho)
• 2 sutiãs de amamentação
• 4 a 6 calcinhas confortáveis (dê preferência às de algodão)
• 1 cinta pós-parto alta
• 1 pacote de absorventes pós-parto
• 2 toalhas de rosto (caso seja necessário)
• 1 toalha de banho (idem)
• 1 toalha de piso
• Roupa confortável para sair do hospital
• Shampoo (os itens de primeira necessidade, em geral, são dados pela maternidade, mas se você tem os seus cosméticos, melhor não experimentar novidades, justo agora que você deve estar sempre linda).
• Sabonete (idem)
• Escova de dente
• Creme dental (idem)
• Escova de cabelo (idem)
• Hidratante
• Bolsa de maquilagem

Compartilhe no:
  • Orkut
segunda-feira, agosto 26th, 2013 | Author:

Garotos e garotas.
Eles gostam de futebol; elas, de balé. Para evitar brigas o ponto cruz entra em ação.

Momento de florescer
As flores de outono já começam a dar o ar de sua graça e beleza. Perpetue esse instante com o ponto cruz.

Enxoval moderno.
Um jogo de cama na medida para quem gosta de idéias atuais e descomplicadas.

Compartilhe no:
  • Orkut
sábado, agosto 24th, 2013 | Author:

O tamanho do motivo aumenta ou diminui de acordo com o tecido escolhido.

É isso mesmo, os tecidos próprios para ponto cruz têm fios contáveis, entrelaçados em blocos, um a um ou dois a dois, formando tramas abertas ou fechadas. Assim, um motivo bordado sobre trama aberta fica muito maior do que o trabalhado em trama fechada. De forma que, para evitar perdas de linha e de tecidos, deve-se transformar as medidas do motivo em pontos para centímetros e conhecer os principais tecidos de fios contáveis para ponto cruz. Esses tecidos são vendidos em lojas de bordado, de tecidos ou em armarinhos e conhecidos como:

Etaminen
Indicado para iniciantes no bordado, pois os fios formam blocos (quadradinhos) bem definidos, que facilitam a contagem dos pontos. É fabricado com tramas abertas ou fechadas. Nesse tecido, cada ponto é feito sobre um quadradinho. Serve para qualquer tipo de peça de decoração ou uso pessoal, o que também contribui para que seja o mais popular.

Cânhamo fino
Tem trama fechada, com variações na espessura dos fios. É indicado para motivos mais delicados, com contornos feitos por pontos fracionados (pontos Va e %). Nesse caso, cada
ponto é trabalhado sobre dois fios na horizontal e dois na vertical, ou um e um nos dois sentidos, exigindo muita atenção e paciência na contagem dos pontos.

Cânhamo grosso
Esse tipo de cânhamo tem fios encorpados e de fácil contagem, o que permite fazer bordados mais rápidos e vistosos. É recomendado para a confecção de peças mais estruturadas como cortinas, mantas de sofá, jogos americanos, sacolas ou bolsas.

Panamá
A trama, com três fios torcidos, é semelhante à do cânhamo, só que mais fechada. Conhecido também como linhão, é indicado para a confecção de almo-fadas, quadros, cortinas e mantas.

Linho
De trama bem mais fechada que a do cânhamo, o linho é ideal para trabalhos superfinos como, por exemplo, toalhas de jantar e toa-lhinhas de bandeja. Exige muita habilidade e firmeza nas mãos para não repuxar demais os pontos. Quem escolhe esse tecido precisa ter vista boa para contar os pontos na trama fechada e irregular, já que são trabalhados com apenas um fio de linha na agulha, enlaçando dois fios na horizontal e dois na vertical.

Compartilhe no:
  • Orkut
quinta-feira, agosto 22nd, 2013 | Author:

Trama do tecido (pontos por cm)
Com uma fita métrica, conte quantos fios por centímetro tem o tecido escolhido.

Medida do motivo em pontos.
Localize nesta coluna da tabela a medida que você sempre encontra ao lado do gráfico.

Medida do motivo em centímetros.
Aqui você encontra, em centímetros, a medida do motivo correspondente à medida em pontos.

Neste exemplo, o motivo tem 4 pontos x cm e a sua medida é 12 x 16 pontos. Portanto, a medida do motivo bordado será 3×4 cm.

Para medidas acima de 100 pontos (por ex.: 120 x 120), anote os centímetros da última linha da tabela (25,20,16,5 ou 14,5), volte para o início, percorra a tabela novamente até o número desejado e acrescente os centímetros (5,4, 3,5 ou 3) à medida anterior. Por ex.: Se a trama do tecido tem 4 fios por cm e a medida do motivo em pontos é 120, volte ao 20 e acrescente 5 cm aos 25 cm correspondentes a 100 pontos.

Compartilhe no:
  • Orkut
terça-feira, agosto 20th, 2013 | Author:

Medidas do bordada.
Aprenda a calcular o tamanho do motivo.
Como saber o tamanho do bordado antes de bordá-lo?

Quando se está aprendendo a bordar, é comum começar na empolgação, sem antes verificar se o motivo vai caber ou não no tecido escolhido. Já imaginou, bordar um motivo até a metade e ver que o tecido não será suficiente? Para que isso não aconteça, ensinamos aqui o cálculo que vai ajudá-la a transformar pontos em centímetros: divida a largura e a altura do motivo (medidas, em pontos, que estão sempre ao lado de cada gráfico) pelo número de pontos do tecido escolhido.

Siga este exemplo:
• Largura do motivo: 50 pontos
• Altura do motivo: 50 pontos
• Tecido: 5 pontos por cm (mede-se a trama com a fita métrica)
• Cálculo: 50 -r 5 = 10 cm
• Resultado: io x io cm Para cada bordado é preciso fazer o cálculo, já que o tamanho muda conforme a trama de cada tecido.

Mas se você não quer perder tempo com cálculos, use a tabela ao lado, na qual vai encontrar as medidas em centímetros em vários tecidos. Basta cruzar as medidas.

Compartilhe no:
  • Orkut
segunda-feira, agosto 05th, 2013 | Author:

Curso básico.
Para quem quer aprender.

Como trabalhar pontos fracionados?

Cantos superior e inferior direito.
Faça a carreira de ida até chegar ao lugar indicado no gráfico para o % de ponto. Depois do último ponto, saia com a agulha em 1, e faça o ponto conforme a indicação dos números seguintes. Continue fazendo a carreira de volta.

Cantos superior e inferior esquerdo.
Borde a carreira de ida e a de volta. Complete o último ponto, saindo com a agulha em 1, e faça o % de ponto conforme a indicação dos números seguintes.

1/4 de ponto em duas cores.
Borde uma carreira de ida até chegar ao lugar indicado no gráfico e faça o 3á de ponto no canto do quadradinho. Faça outro % de ponto usando um fio de cor diferente no mesmo quadradinho, completando o canto oposto, e continue a carreira de ida.

1/4 de ponto em duas cores.
Para fazer este ponto, saia com a agulha de um dos cantos do quadradinho, em 1, e termine bem no meio, em 2. Pode ser feito nos quatro cantos do guadradinho, de acordo com a posição determinada no gráfico.

Como fazer o ponto atrás?
Introduza a agulha pelo direito do tecido, deixando uma ponta de 1 cm. Faça 1 ponto para teás pegando um bloco de fios, ou quadradinho, e saia com a agulha na frente da base da linha, selecionando o mesmo número de fios, ou guadradinhos, do tecido. Nos cantos, faça o ponto para a frente e depois volte a fazê-lo para trás em linha reta. Arremate a ponta do fio do início com os pontos do final do contorno.

O que é um gráfico?
São os desenhos quadriculados para ponto cruz, em que cada quadradinho representa um ponto do bordado. As cores das linhas são identificadas na chave por números e sinais.

Compartilhe no:
  • Orkut
sábado, agosto 03rd, 2013 | Author:

Início.
Ao trazer a agulha para o direito, deixe uma ponta de 1,5 cm no avesso. Segure a ponta com a mão esquerda (se for destra) enquanto faz os primeiros pontos, cobrindo o fio no avesso.
1 Carreira de ida:
Inicie com a agulha na vertical e siga a numeração (para a direita ou para a esquerda), selecionando sempre o mesmo número de fios do tecido.
2 Carreira de volta:
Volte bordando no sentido contrário ao da carreira de ida. Siga os números, passando o fio sobre o ponto anterior.

1 Carreira em diagonal:
Complete o último ponto da carreira anterior, saindo com a agulha no bloco de fios logo acima.
2 Carreira em diagonal:
Trabalhe alternando os pontos para que fiquem todos em posição vertical no avesso.
3 Carreira em diagonal:
Faça todos os pontos da carreira de volta, um por cima e outro por baixo do ponto anterior, com a agulha voltada para baixo.

1 Como subir:cruz
Complete o último ponto da carreira anterior com a ponta da agulha voltada para cima. Selecione o mesmo número de fios, saindo logo acima.
2 Carreira superior (ida):
Com a agulha voltada para cima, borde fazendo um movimento de baixo para cima e selecionando o mesmo número de fios.

3 Carreira superior (volta):
Traga o fio para o direito e passe-o por baixo do ponto anterior. Introduza a agulha no canto inferior esquerdo e saia logo acima.

1 Como descer:
Complete o último ponto introduzindo a agulha no canto superior e desça o mesmo número de fios da carreira anterior.
2 Carreira inferior:
Selecionando sempre o mesmo número de fios do tecido, repita os movimentos das carreiras de ida e de volta anteriores.

Arremate.
Para esconder a ponta do fio no final, também existem duas formas: pelo avesso (foto) e pelo direito, passando-o sob 5 ou 6 pontinhos.

Compartilhe no:
  • Orkut